Primeiro de novembro ─ Rainha de todos os Santos ─ Dia de Todos os Santo

Com Maria, Rainha de todos os Santos

Sempre, no dia 1º de novembro, a Igreja homenageia a incalculável multidão daqueles e daquelas que, seguindo a Virgem Maria ─ exemplo perfeito de santidade ─ foram testemunhas vivas e luminosas de Cristo. Se certo número, entre elas, foi oficialmente reconhecido, após o processo de "canonização", e essas pessoas nos foram dadas como modelos, a Igreja sabe que outros tantas viveram, igualmente, na fidelidade ao Evangelho e ao serviço de todos. É por isso que, neste Dia de Todos os Santos, os cristãos celebram todos os santos, conhecidos ou desconhecidos. A santidade não é uma via reservada para uma elite.

Esta celebração nos liga a todos os santos canonizados, isto é, àqueles cuja Igreja assegura, empenhando a sua autoridade, que eles estão na Glória de Deus, como para aqueles que, de fato, são os mais numerosos, e estão na beatitude divina. O Dia de Todos os Santos, portanto, nos oferece uma antevisão da liturgia eterna que a liturgia da terra antecipa.

A solenidade de todos os santos parece estar historicamente relacionada com a consagração do antigo templo romano do Panteão, pelo Papa Bonifácio IV, no início do século VII. Originalmente dedicado a todos os deuses ─ este é o significado do nome, em grego ─, o Panteão foi dedicado a Maria e a todos os mártires, aos quais, posteriormente, os cristãos que professam a sua fé, foram adicionados.

O aniversário da consagração do Panteão e, portanto, a comemoração da festa de todos os santos foi, inicialmente, estabelecida para o dia 13 de maio, data próxima das celebrações da Páscoa e de Pentecostes. Esta ligação com as duas grandes comemorações dá o significado original da Festa de Todos os Santos: usufruir a alegria daqueles que colocam Cristo no centro de suas vidas. Desde 835, a festa de Todos os Santos passou a ser comemorada no dia 1º de novembro.

Cadastrar-se é fácil, cancelar a inscrição é mais fácil ainda.
Não espere mais, inscreva-se agora. É grátis!