Primeiro de setembro ─ Leão XIII declara outubro o mês do Rosário (1883)

Para atravessar o câncer com Maria

Na alegria, como nas provações, santa Zélia Martin (mãe de santa Teresa do Menino Jesus, nascida em 1831, morta em 1877, e canonizada em 18 de outubro de 2015 pelo Papa Francisco), se voltou para Maria, a “Virgem do Sorriso”. Ela sabia que a Mãe de Deus acompanhava cada acontecimento familiar, que curava, consolava e fortalecia aqueles que a invocavam quando surgia uma infecção grave como o câncer.

Quando Zélia descobriu que estava doente, após o choque da notícia, optou por ingressar, progressivamente, na via do abandono. Esposa e mãe, ela encarou esta provação como extraordinária ocasião de renascimento interior. Cada instante a reaproximava mais e mais de Jesus.

Durante a sua enfermidade, Zélia se confiou à intercessão de Nossa Senhora. Chegou a ir a Lourdes para entregar a sua saúde a Maria. Ao retornar de lá, compreendendo que a fecundidade de sua vida seria a de entrar na via de uma oblação, mais totalmente dedicada ao Pai, Zélia teve a experiência de uma felicidade autêntica, da verdadeira alegria. Os dias que lhe restavam iriam iluminar aqueles que a cercavam, e a luz do Céu se adiantou sobre a noite.

Santa Zélia pode se tornar, junto àqueles, atingidos por doenças, uma amiga e uma preciosa ajuda para viver o tempo de provação, com Jesus e Maria.

Em Life éditions (Librairie de l’Emmanuel) novo livreto propondo uma novena a Zélia Martin, acaba de ser lançado: «Traverser le cancer avec Zélie Martin et la Vierge du Sourire» (“Atravessar o câncer com Zélia Martin e a Virgem do Sorriso”).

Cadastrar-se é fácil, cancelar a inscrição é mais fácil ainda.
Não espere mais, inscreva-se agora. É grátis!