20 de março - Suíça: São Nicolau de Flue (1417-1487), a quem Maria apareceu várias vezes

Eu precisava deste afago para encontrar o meu caminho

Franco Gedda é o responsável pela Escola de Vida do Cenáculo, em Lourdes (França). Ele recorda uma graça recebida na Gruta, em 2001, quando era um jovem acolhido no Cenáculo. Aqui está o relato de Franco:

“Eu me droguei durante vinte e três anos e queria deixar este vício. Tive, então, a chance de entrar na comunidade Cenáculo, em 2000. Em 11 de fevereiro de 2001, eu cheguei a Lourdes. Depois de alguns meses, enfim, entrei na Gruta. Eu estava muito entristecido, porque não conseguira me liberar das drogas. Era vigília de Páscoa. Um jovem, deficiente, virou-se para mim e me abraçou. Com aquele gesto, eu entendi que a Virgem estava presente e me acompanhava para me livrar da influência das drogas e consolidar o meu caminho, isso através daquele encontro com um jovem, que tinha menos sorte do que eu, em relação à saúde, mas já era conhecedor da alegria de fé.

“Desde então, cada vez que estou na Gruta, agradeço a Maria Santíssima, que me enviara aquele anjo da guarda, e consigo rever o seu sorriso. Acho que Jesus e Maria sabem nos surpreender desta forma e querem nos impulsionar, oferecendo a sua ajuda, através de um piscar de olhos. Naquele dia, eu estava precisando daquele carinho, que me permitiu encontrar o meu verdadeiro caminho.”

Cadastrar-se é fácil, cancelar a inscrição é mais fácil ainda.
Não espere mais, inscreva-se agora. É grátis!